Coral Cantarolar na Semana Inclusiva 2018

No dia 20/09/2018, aconteceu no Centro Integrado de Cultura (CIC), uma das programações que fizeram parte da terceira edição da Semana Inclusiva da Grande Florianópolis, sob a coordenação da Fundação Catarinense de Cultura – FCC.

Semana Inclusiva Grande Florianópolis

A proposta foi uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina e do Ministério do Trabalho em parceria com mais de 30 instituições governamentais e não-governamentais, de iniciativas públicas e privadas, com o intuito de promover um novo olhar para as pessoas com deficiência e usuários de álcool e outros entorpecentes, que veem na arte uma importante ferramenta no processo de inclusão social.

Foi um espaço de muitas trocas de experiências interinstitucionais e de muito aprendizado, que deu-se em uma roda de conversa referentes ao temas inclusão social e arte.

Semana Inclusiva 2018

Participaram desta roda de conversa integrantes de algumas instituições além da ACBG Brasil, dentre elas a ACIC (Associação Catarinense para Integração do Cego), o CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), o CRP/SC (Conselho Regional de Psicologia de Santa Catarina) e o CEPON (Centro de Pesquisas Oncológicas).  A fga. dra. Elisa Gomes Vieira, coordenadora do Grupo de Acolhimento a Pacientes de Câncer de Cabeça e Pescoço, o GAL, apresentou os pacientes laringectomizados que são submetidos a retirada da laringe em virtude do tumor e que perdem a voz laríngea como sequela permanente. Seu trabalho consiste em reabilitar esses pacientes em uma das três modalidades possíveis: voz esofágica, prótese traqueoesofágica ou laringe eletrônica. Através desse grupo, alguns pacientes, familiares e profissionais da saúde fundaram a Associação de Câncer de Boca e Garganta, com o objetivo de promover a inclusão social e a reabilitação desses pacientes. Iniciamos o Projeto Cantarolar com o apoio de alguns investidores e da Fundação Catarinense de Cultura (FCC)  na pessoa do mestre e musicista Luiz Carlos Mesquita que coordena as oficinas de linguagem artística com esses pacientes, trazendo a eles uma experiência musical, sensorial além da voz humana.

Coral Cantarolar na Semana Inclusiva 2018

Fabiane Becker representou a ACBG Brasil e falou da importância da organização na criação de políticas públicas que atendam aos direitos a reabilitação desses paciente em todo Brasil. Outros assuntos como, por exemplo, a Reforma Psiquiátrica, também foram abordados no evento. O psicólogo do CAPS mencionou que, antigamente, o lugar daqueles que eram intitulados “loucos”, bem como dos usuários de álcool e outros entorpecentes, era restrito a manicômios ou guetos. Ele contou um pouco sobre o trabalho que vem sendo realizado no CAPS com os ex-usuários e sobre as oficinas de arte.

Ao final do evento, ficou muito claro sobre como a inclusão e a arte relacionam-se entre si e quão importante é esse envolvimento entre esta e as pessoas, ainda mais entre aquelas que muitas vezes veem na arte uma forma de se expressar, uma forma de poder se comunicar, uma forma de poder ouvir ou enxergar o mundo de uma outra maneira, não com os ouvidos ou olhos, mas com o coração, como é o caso dos deficientes auditivos e dos deficientes visuais que também estavam presentes no evento e se apresentaram, emocionando toda a plateia.

Após a apresentação deles, foi a vez dos pacientes laringectomizados que integram o Cantarolar se apresentarem, cantando duas músicas de grande significado em suas letras, o Calix Bento e Tocando em Frente.

Certamente foi um evento de grande importância para o exercício da inclusão social na sociedade.

Para finalizar, segue o vídeo da apresentação do Cantarolar, juntamente com uma frase do educador, pedagogo e grande filósofo brasileiro Paulo Freire, que tanto abordou acerca da educação inclusiva:  

“A inclusão acontece quando se aprende com as diferenças e não com as igualdades” (Paulo Freire).

Relato produzido por Mabel Pinheiro, colaboradora da ACBG Brasil.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *