Entrega da laringe eletrônica para paciente do CEPON

Viabilizado pelo PRONON, o projeto é desenvolvido pela AMUCC em parceria com a ACBG

Cerca de 50 pessoas prestigiaram a abertura do projeto Laringe Eletrônica: Uma Voz Possível, realizada no dia 12 de dezembro (2018), no CEPON, em Florianópolis. Durante o evento, foram doadas 11 das 350 laringes eletrônicas viabilizadas pelo PRONON. O projeto é desenvolvido pela AMUCC em parceria com a Rede+Voz. Iniciar o projeto já foi um grande acontecimento para a associação, pois oficializa uma conquista que deixa a associação mais próxima da missão de dar voz a quem não tem. Mas o evento foi ainda mais especial por ter acontecido durante o encontro do Grupo de Acolhimento a Pacientes de Câncer de Cabeça e Pescoço (GAL), berço da ACBG.  

Equipe da ACBG e presentes na abertura do projeto Laringe Eletrônica Uma Voz Possível

Profissionais de saúde, pacientes, familiares e colaboradores compareceram à abertura do projeto

Entre os presentes, estavam profissionais de saúde, pacientes, familiares e colaboradores.  A abertura contou com as fonoaudiólogas Drª. Elisa Vieira, Lauanda Santos (coordenadora do GAL) e Talita Vieira, integrantes do Serviço de Fonoaudiologia do CEPON. O cirurgião de cabeça e pescoço Dr. Luiz Roberto Medina, a Terapeuta Ocupacional Lilian Martinho e as voluntárias da AVOC (Associação de Voluntários do CEPON) também prestigiaram a abertura do projeto.

Desde a entrega, a fonoaudióloga Lauanda acompanha o uso do aparelho junto dos pacientes. Sempre em contato com eles, ela contou que “todos estão muito felizes e satisfeitos com o presente”. “Como fonoaudióloga e acompanhando esses pacientes com tanta frequência, criamos laços e vínculos muito fortes. Comemoramos cada vitória juntos. E, sem dúvida, essa grande conquista e alegria para o fim de 2018 foi possível através da dedicação e competência da ACBG”, finaliza Lauanda.

SOBRE O GAL

O GAL é um grupo aberto para pacientes com câncer de cabeça e pescoço e seus familiares. Seu objetivo é receber aqueles que estejam em busca de acolhimento, compartilhamento de experiências e aprendizado mútuo. As reuniões são para moradores das cidades de Santa Catarina, inclusive para os que não são pacientes do CEPON. Em 2019, os encontros do GAL acontecerão mensalmente no anfiteatro do CEPON, às quartas-feiras, das 10h às 12h.   

O grupo foi fundado pela Fonoaudióloga Drª. Elisa Gomes Vieira em 1995 , no Centro de Pesquisas Oncológicas (CEPON). E, desde então, acolheu mais de 200 pacientes ao longo dos seus 23 anos de existência. Além dos projetos que desenvolve, ele também foi o berço da Associação de Câncer de Boca e Garganta (ACBG). A associação foi fundada pela Drª Elisa e alguns pacientes, como Melissa Ribeiro de Medeiros, atual presidente da ACBG. Em 2018, foram realizados 11 encontros mensais com a presença de pacientes e familiares. O GAL procura convidar diferentes profissionais que possam contribuir com palestras, conversas interativas e dinâmicas de grupo.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Deixe seu comentário! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *