Este relato foi escrito por Adriano Nuernberg para o Diário do Paciente da ACBG Brasil

Hoje foi um dia especial para mim. Finalizei o tratamento do câncer de língua e mandíbula, iniciado com a cirurgia realizada em julho e continuado com a quimioterapia e radioterapia desde setembro. Foram cinco meses revivendo em parte o que já tinha vivenciado em 2007 no primeiro câncer, bem como experimentando as novas possibilidades que o CEPON oferta para o tratamento de neoplasias na cavidade oral, como o acompanhamento odontológico e psicológico. Não tenho mais minha língua e também grande parte da mandíbula inferior. Falo com muitas dificuldades. Dependo totalmente de alimentação por meio de sonda nasoenteral. Enfrento efeitos da quimioterapia como a anemia severa e os da radioterapia como a mucosite oral e as dores agudas nos ossos e dentes expostos após as infecções que tive na boca no meio do tratamento. Contudo, desde o término da quimioterapia venho retomando minhas forças, melhorando a saúde hematológica e já começo a construir novos focos para os próximos meses: a recuperação e a reabilitação. Retomarei o tratamento hematológico que interrompi para cuidar deste câncer e continuarei os tratamentos fisioterápico, fonoaudiológico, psicológico e, claro, manterei o oncológico.

Sei que o fim do tratamento não significa a cura do câncer. Sei também que falta muito para eu voltar a fazer tudo que gostava e fazia antes. Sei ainda que algumas coisas importantes da minha vida se foram como a alimentação exclusivamente oral e que outras precisam ser redefinidas nesses meses, como meu trabalho como professor. No entanto, com todo o suporte que recebo da família, amigos e do CEPON, fortalece-se a cada dia em mim a certeza que o pior já passou e que agora virão novas etapas boas de se viver, embora exijam dedicação, empenho e resiliência. É a hora de ver o que sobrou de mim e o que posso ser, fazer, viver. Assim, descobrir meus novos potenciais e limites, buscar novos recursos, avaliar novos caminhos e projetos de vida serão as minhas ocupações principais daqui em diante. Espero continuar com todo apoio que tenho recebido das pessoas próximas e dos profissionais da área de saúde. Em breve, sobretudo no início do próximo ano, vão começar a me ver mais nos espaços e contextos da minha vida e conhecerão esse novo Adriano que se constituiu após essas experiências todas. Forte abraço!

adriano-nuernberg-2adriano-nuernberg-3

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Deixe seu comentário! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *